Como pegar o último caractere de uma string em PHP?

por Marcos Elias

Para pegar o último caractere de uma string em PHP, o jeito mais prático é usar a função substr, que retorna uma substring com a quantidade de caracteres desejados.

Para o último caractere:

$letrafinal = substr(“suapalvraouvariavelaqui”, -1);

Ela irá retornar a letra “i” no caso acima.

Para as 3 últimas letras:

$ultimas = substr(“Explorando”, -3);

O retorno será ndo.

Mais sobre a substr:
http://br2.php.net/manual/pt_BR/function.substr.php

Buscapé bane afiliados com sites de downloads piratas

por Marcos Elias

O site Lomadee, aka Programa de Afiliados Buscapé e Bondfaro, pegou pesado agora com a pirataria:

Importante!

De acordo com a cláusula 4.3 do Contrato, sites que veiculam conteúdo pirata não são aceitos pelo Lomadee. A divulgação de softwares, música ou filmes não autorizados pelos seus proprietários representa um não-cumprimento das regras podendo ocasionar a suspensão de sua conta.

Lembrando: todos os seus sites devem estar devidamente cadastrados no Lomadee para a correta divulgação e contabilização dos cliques nas ferramentas.

O resultado se mostrou drástico para meio mundo que vivia de blogs de downloads piratas, sem ganhar dinheiro com os produtos em si, mas com propagandas veiculadas nas páginas que tinham os links de donwload.

Esses blogs agora se vêem sem patrocínio. Zura não rende a mesma coisa do Buscapé (a começar por pagar menos)… Já Cotei não é tão comentado entre os blogueiros.

A realidade é que mais cedo ou mais tarde isso ia acontecer. É inevitável!

Conteúdo pirata, mesmo que sem fins lucrativos, não gera credibilidade. Um blogueiro pode escrever os textos mais inúteis da face da terra. É dele! Se ele tiver leitores, ótimo. Agora conteúdo pirata… tsc tsc.

Se você quer ganhar dinheiro com blogs de verdade, invista em conteúdo próprio, ou apresentação de conteúdo de terceiros sem prejudicar tais terceiros. Um download de programa completo com serial ou crack, por mais “inofensivo” que possa parecer, nunca é bem visto, pois é algo que vai contra os interesses de quem fez o material e espera viver daquilo. Em termos de música e vídeo a coisa é mais ou menos a mesma, porém um pouco menor, o compartilhamento livre é inevitável e nunca vai acabar. Não é o DRM ou um blog ou outro fechado que vai colocar um fim nisso. Isso vem da humanidade, de compartilhar o que é bom. E existe há bilhões de anos. Tanto que Eva compartilhou sua maçã com Adão. Tá, não precisa viajar, mas basta lembrar dos discos de vinil e a gravação em fitas K7 pra copiar pra turma de amigos… Já viu, né. A Internet é um meio como outro qualquer, “pirataria” não tem como deixar de existir enquanto existirem pessoas. Se você compra um CD, você adquire os direitos de ouvir o som dele. Agora o que você fará se sua mulher pedir pra ela ouvir? “Ah dane-se amor, vá na loja e compre, afinal eu paguei pelo meu uso.” Ha, tá bom. A “pirataria” começa aí…

Isso não deveria ser taxado de pirataria, pirataria é a comercialização… Se os CDs comerciais fossem vendidos a R$ 5 ou R$ 10 em vez de R$ 60, com certeza a pirataria não teria tanto valor e seria bem reduzida. E não dá para dizer que os artistas deixariam de lucrar. Piratas vendem CDs a R$ 2, e lucram!

Bom, chega, é um tema muito chato. As gravadoras deveriam calar a boca e mudar, acordar para o mundo. O mercado delas está acabando, isso também é inevitável. O mundo capitalista tem seus altos e baixos, de tempos em tempos é preciso se adaptar. Senão… #fail.

Lomadee: novo programa de afiliados do Buscapé e Bondfaro

por Marcos Elias

O Buscapé recentemente mudou radicalmente seu sistema de afiliados, transformando-o no Lomadee. Em vez da plataforma ser única para os sites da rede, Buscapé e Bondfaro, agora o site aceita campanhas de terceiros. Virou uma plataforma para interligar anunciantes a editores, com campanhas que pagam por clique (CPC), mil impressões (CPM), comissões, cadastro, etc.

Assim, o Programa de Afiliados Buscapé e Bondfaro virou uma campanha dentro do novo sistema.

Tem funcionamento similar ao Afilio, NetAffiliation, entre outros.

A novidade é positiva, pois dá mais opções de ganhos aos editores. Para usar os outros sistemas, basta usar um banner dinâmico, e as ofertas se alternam com as campanhas ativas para cada site.

Pelo lado ruim, em maio o Buscapé mudou o sistema de pagamento nas categorias de CDs e DVDs, que sustentavam uma infinidade de blogs de downloads piratas. Blogs que faturavam 2, 3 mil reais por mês, dificilmente passarão dos R$ 500 reais, a menos que troquem as propagandas por itens de outras categorias. Afinal, o clique que valia R$ 0,25 passou a valer geralmente de R$ 0,01 a R$ 0,05, é uma divisão do que o Buscapé recebe dos anunciantes. Divisão injusta a meu ver, visto que para os afiliados vale apenas um clique por IP por dia, enquanto que o Buscapé (provavelmente) continua a ganhar das lojas caso os visitantes cliquem em mais de uma loja por IP por dia.

Caso interesse, e você ainda não seja cadastrado:
afiliados.buscape.com.br

Conheça a extensão View Dependencies para Firefox

Com essa extensão você pode ver quanto pesa um site, incluindo todas as imagens, CSS, scripts e arquivos externos. Pode ainda pegar a URL de elementos diversos, podendo salvar aquela imagem que até então era inacessível.

Extensão altamente recomendada para quem tem site ou blog!