Dicas para melhorar seu SSD: vale a pena? Como fazer durar mais?

por Marcos Elias

Vou centralizar nesta página várias dicas referentes ao uso, vantagens e benefícios dos SSDs. Esse tipo de armazenamento deixa seu PC ou notebook bem rápido, eliminando o gargalo da baixa velocidade e alto tempo de acesso dos HDs mecânicos tradicionais. O endereço da página é curto, facilitando a divulgação pros seus amigos: explorando.com.br/ssd :D

Programas para monitorar a vida útil restante dos SSDs

Normalmente os SSDs duram muitos anos, mas a vida deles é limitada na quantidade de escrita. Se você realiza muitos processos de gravação de vários GB diários (grava e apaga, grava e apaga…) o tempo de vida pode ser reduzido drasticamente, especialmente em modelos baratos (SSDs de entrada).

Baixe alguns programas para checar o tempo de vida restante (estimado), e o nível de desgaste dos SSDs. Rode eles a cada temporada, como algumas semanas ou uma vez por mês… Eles indicam um nível de saúde que começa em 100 quando o drive está novinho. Conforme o uso (escrita de dados), o tempo de vida vai caindo. Se a barra começar a baixar muito rápido, faça backup dos seus dados e já prepare a aquisição de outro.

CyrstalDiskInfo
Funciona para SSDs de várias marcas e também para HDs, checando dados do SMART.
http://crystalmark.info/software/CrystalDiskInfo/index-e.html

Kingston SSD Manager
Exclusivo para SSDs da Kingston
https://www.kingston.com/br/support/technical/ssdmanager

Intel SSD Toolbox
Exclusivo para SSDs da Intel. Recomendo baixar o que tem “latest” próximo ao nome, é o mais recente.
http://www.intel.com/content/www/us/en/support/solid-state-drives/ssd-software/intel-ssd-toolbox.html

Tutorial de uso destes programas, é bem simples para fazer o monitoramento:

https://www.youtube.com/watch?v=9AdScE4OfIY

Como fazer o SSD durar mais?

Algumas dicas podem ser úteis para garantir que o seu SSD tenha a vida prolongada: basicamente, grave a menor quantidade possível de dados neles. Não precisa ficar na paranoia, mas se você irá movimentar dezenas ou centenas de GB por dia, talvez um HD tradicional ou um SSD corporativo seja mais recomendado.

ssd e bom

Deixe o SSD para o sistema operacional e programas que você usa com mais frequência, pois eles vão se beneficiar da velocidade. Dados de backups ou gravações de vídeos de gameplays poderiam ir para um HD secundário ou um SSD velho, por exemplo. Alguns backups importantes podem ser salvos em SSDs também, pelo nível de confiabilidade deles – especialmente documentos, fotos importantes e outras coisas que você não pode perder de jeito nenhum. Como os HDs são mais suscetíveis a erros por danos mecânicos causados por trepidaões ou calor, manter backups em SSDs é uma boa ideia também. Além de salvar dados importantes na internet, claro!

A maior recomendação que posso dar é desativar o arquivo da memória virtual no HD, também conhecido como arquivo de paginação. Ele acaba gerando muitas gravações, podendo desgastar facilmente o SSD dependendo do uso. Desativando, provavelmente você ganhará vários meses ou alguns anos de vida útil do seu SSD.

O que é o arquivo de paginação ou memória virtual?

Esse arquivo funciona como uma extensão da memória RAM do computador, a memória de trabalho que armazena dados dos programas abertos: quando a memória física se esgota, o Windows começa a mover os dados dos programas inativos para este arquivo no disco do sistema (normalmente a unidade C:, por padrão). Ao alternar de janela, programa ou jogo, o sistema puxa os dados do programa atual para a memória física, e move de volta para o arquivo no drive os dados do programa que ficou em segundo plano. Esse processo ocorre o tempo todo, ao alternar de janelas, se a memória RAM estiver ocupada! Por isso é tão lento alternar entre programas em computadores com pouca memória!

Há um porém… Desativar este arquivo só é bom quando seu PC tem muita memória RAM. Se você tiver 8 GB e não usar programas pesados, que consomem 6 GB ou mais de RAM, pode valer a pena desativar este recurso! Se seu computador tem apenas 4 GB, eu não recomendaria desativá-lo, pois cedo ou tarde poderá faltar memória para abrir um novo programa ou jogo. Em navegação de internet talvez você não perceba tanta diferença; note que navegar com várias janelas ou abas abertas também consome bastante memória, podendo precisar do arquivo da memória virtual.

Como desativar a memória virtual no HD ou SSD?

Recomendo este meu tutorial, publicado no Guia do Hardware: está bem detalhado.
http://www.hardware.com.br/dicas/desativar-memoria-virtual.html
Apresento as instruções para o Windows, Linux e Mac OS!

De qualquer forma é fácil testar, e se não der certo, basta voltar atrás. Só não desative de jeito nenhum se seu computador possuir apenas 2 GB de RAM. Se tiver pelo menos 4 GB, faça o teste e veja se vale a pena. Se achar ruim, ative-o novamente. O máximo que pode acontecer é o Windows emitir um aviso falando que falta memória, sugerindo fechar alguns programas abertos… Mas o sistema continua funcionando normalmente. E bem mais rápido!

Sistemas como as distros GNU/Linux aparentemente gerenciam melhor o arquivo da memória virtual (chamado aqui de swap ou arquivo de troca). Eles só costumam mover dados para a memória virtual no HD quando a memória física realmente estiver quase cheia. Sabe-se lá porque, no Windows parece que a gravação de dados em tal arquivo é bem mais frequente, motivo pelo qual recomendo desativá-los nos SSDs.

Se você tiver um HD conectado à máquina, pode valer também colocar o arquivo de paginação nele, deixando o SSD livre deste tipo de gravação. O tutorial que indiquei serve para isto também, é só marcar na configuração para operar em outro disco ou drive.

Desfragmentar o SSD, pode?

Outra dica: não desfragmente o SSD do jeito tradicional. O Windows 10 detecta se um drive é SSD e não faz o processo de desfragmentação tradicional, ele apenas envia comandos do trim para o drive (depois escreverei sobre isso). Por isso é bem rápido e ele chama de “otimizar”, não desfragmentar. Em sistemas operacionais mais antigos, como o Windows XP ou 7, evite usar o desfragmentador em SSDs. É bom desativar o agendamento, caso esteja ativado. Mas não desative no Windows 10, pois o Windows 10 já vem preparado para lidar com os SSDs e fará o procedimento adequado.

Entenda como desativar ou rodar o processo de otimização do SSD aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=cBcrsGRvnh0

Os SSDs não devem ser desfragmentados da forma tradicional, movendo os arquivos para ficarem sequenciais… Pois os SSDs são compostos apenas por chips, circuitos eletrônicos, e as memórias têm o limite de gravação. Se você ficar desfragmentando com programas antigos, eles ficarão movendo os dados continuamente, desgastando o SSD sem trazer nenhum efeito prático – já que a desfragmentação não costuma deixar o SSD lento. O tempo de acesso aos arquivos é bem rápido. Diferente dos HDs, onde a agulha de leitura e gravação precisa ficar se movendo para lá e para cá para localizar os fragmentos dos arquivos, no SSD apenas a energia elétrica se move nos circuitos. É infinitamente mais rápido!

Como aproveitar melhor o espaço nos SSDs?

Eu fiz um vídeo detalhando algumas dicas para aproveitar melhor o espaço em uso no SSD, especialmente ativando a compactação de dados nas partições NTFS para algumas pastas – não todas. Veja em detalhes aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=_SG6FS3zfN4

SSD vale a pena?

Apesar do alto custo por gigabyte e da limitação no ciclo de escritas, com certeza, vale! Seu PC ficará muito mais rápido. Geralmente quem experimenta um SSD não volta atrás.

Eles só não são atrativos se você precisar de muitos GB, já que são caros, ou se você lida com movimentação constante de arquivos (gravações de vídeo diárias, por exemplo). Nesses casos recomendo usar um SSD para o sistema operacional e programas, deixando os arquivos que são constantemente editados (caso dos vídeos) num HD comum. O sistema poderá não ser tão responsivo como ao usar apenas SSDs, mas será bem melhor do que usar apenas os HDs mecânicos tradicionais, com certeza.

Confira um bate papo durante um gameplay, onde apresento as principais vantagens e desvantagens, numa conversa bem informal:

https://www.youtube.com/watch?v=JZ1yqQYSszk

comments powered by Disqus