Qual é a diferença de drive e driver?

por Marcos Elias

São duas palavras do inglês, em informática geralmente têm este sentido:

O que é drive – Entrada, unidade ou local de armazenamento, geralmente representado por uma letra no Windows. Por exemplo, o drive C, o drive A, etc. Ainda pode se referir ao dispositivo físico associado à unidade de armazenamento. Um drive de CD é o leitor de CD, onde você insere o disco. Há também drive de DVD, Blu-ray, etc. Os gravadores (de CD/DVD…) também são chamados de drive.

O que é driver (com R) – Não tem nada a ver com o drive sem R. Drivers são arquivos responsáveis pelo funcionamento de um determinado dispositivo. Por exemplo, quando você instala uma placa de vídeo, para que o sistema possa reconhecê-la e usar os recursos dela, ele precisa se comunicar com ela. Isso é feito por meio dos drivers. São softwares, programas, que rodam de forma bastante integrada ao sistema operacional. Geralmente eles não têm interface gráfica, tela, diferente dos outros programas (editor de texto, fotos, navegador de internet, etc). Eles funcionam e você nem se lembra deles (geralmente só se lembra quando não estão funcionando :).

Ao instalar uma nova placa geralmente é necessário instalar os drivers para ela. Às vezes não é necessário, pois os sistemas operacionais podem ter drivers para muitos tipos de placas. O Windows vem com vários drivers de produtos famosos. O Linux suporta muitos dispositivos diferentes também, inclusive vários que o Windows não reconhece nativamente (como placas de som e rede). Depois de instalados os drivers elas funcionam sem problemas no Windows. Os drivers geralmente podem ser encontrados nos sites dos fabricantes dos dispositivos, mas para coisas antigas pode ser difícil achar. Há alguns sites que colocam diversos drivers para download, só que é necessário procurar o modelo correto para o dispositivo que você tem, e também para o sistema operacional em uso (drivers feitos para Windows 98 geralmente não funcionam bem no Windows 7, por exemplo).

Resumido: como instalar um driver?

A instalação de um driver também pode ativar funcionalidades avançadas de um determinado dispositivo. Por exemplo, uma placa de vídeo para jogos. O Windows pode até reconhecer uma placa de vídeo, já que irá aparecer algo na tela ao ligar o computador – mas isso não quer dizer que ela está sendo aproveitada ao máximo. A instalação dos drivers pode ser feita assim: entrando no site do fabricante e procurando a seção de downloads de drivers ou suporte (por exemplo, www.nvidia.com para placas da Nvidia ou www.ati.com para placas da ATI). Ao escolher o arquivo para download você deve selecionar o sistema que usa (Windows XP, Vista, 7, etc; de 32 ou 64-bit) e o modelo da placa. O modelo vem na caixa da placa. Se você não souber e não tiver a caixa nem os manuais, alguns programas podem ajudar, como o Everest ou Aida32. Quase sempre os drivers vêm num CD junto com a placa, mas baixar pelo site do fabricante pode ser melhor, já que você vai pegar os drivers mais atualizados.

Há um programa muito fácil para instalação de drivers no Windows: o Driver Easy. Ele pesquisa os dispositivos presentes no seu computador e indica o link de download de cada driver, permitindo que você baixe e instale facilmente, sem perder tempo procurando.


5 thoughts on “Qual é a diferença de drive e driver?

  1. Dhenyson escreveu

    Adorei a resposta, passei o maior mico na frente dos meus colegas por causa de um professor donzelo. Fui explicar o que era driver e ele fez o maior barraco pegou um gravador de DVD e falou que isso que era ” Driver ” mas agora sei a diferencia entre drive e driver, e estou pronto para corrigir aquele professor que é mais burro que tudo.

    vlw mesmo quebrou um grande galho. :D

  2. escreveu

    Bem antes da informática a palavra DRIVER é também usado em eletrônica para circuito de potência. por exemplo: quando um microcontrolador não tem potência em sua saída para acionar um relé, então o circuito pode ser adicionado um transistor ou circuito integrado DRIVER. outro exemplo é um circuito integrado TTL e sua saída não tem potência para acionar um MOTOR de PASSO. normalmente é usado um circuito integrado ULN 2003 ou com outro da mesma finalidade. então é chamado de circuito DRIVER. estou com uma revista de eletrônica trimestral e fala sobre o assunto relacionado as duas palavras e eles não menciona essa palavra DRIVER para eletrônica de potência, sendo que em outros livros de eletrônica da mesma editora ensina da forma que estou falando. atenciosamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>